domingo, 23 de novembro de 2014

Um sonho muito louco e TAG sobre blogs

Acreditem ou não, hoje o post não tem lista (EU OUVI UM AMÉM, IGREJA?). Eu estou postando isso porque acabei de acordar e esse sonho/pesadelo foi muito sussa para ser esquecido, por isso vou postar hoje e agora antes que eu me esqueça dele. E também vou responder a uma TAG que a linda Tati Ferrari me indicou fofamente no blog dela <3 Então, PODE VIR COMIGO MONSTRO.

CONTEXTUALIZANDO O SONHO

Ok, eu tenho um professor. Esse meu professor é extremamente inteligente e dedicado na profissão, e principalmente: ama dar aula e exigir MUITO dos seus alunos. Ele é um terror para quase todos, sinceramente. Mas olha, descobri que se eu esquecer a vertente política que ele segue (ele é de direita), juro pra vocês que o considero uma pessoa ÓTIMA. Mesmo! Porque com todo o método espartano que ele nos força a seguir, acabei aprendendo muita coisa até mesmo pra usar nos meus textos, mesmo de cara eu achando gente, que nada a ver postar isso no blog, imagina...
Primeiro, ele nos faz apresentar um seminário cujas regras são: falar no mínimo quinze minutos e no máximo vinte minutos sobre o assunto designado a você; fazer um roteiro e entregar aos colegas maldito dinheiro da xerox. Ele também parece achar importante você praticamente ter nascido falando (coisa que estou em vantagem), porque ele gosta de tirar ponto de quem fica muito nervoso ou gagueja muito na apresentação.

O fato é que eu sonhei com esse seminário, mesmo que eu já tenha me livrado dele nesse semestre. Então, imaginem a seguinte cena: eu estou numa sala escura, com luzes desligadas por conta dos slides. Minha mãe, curiosamente, está na sala de aula pra assistir meu seminário - PRA QUE, GENTE? -. Gravem isso. Eu tive semanas para preparar minha apresentação, um seminário importante porque vale grande parte da minha nota final. Mesmo assim, parece que minha mente já está projetada para que eu seja desorganizada até no sonho. O fato é que eu simplesmente NÃO FIZ NADA e estou dentro de uma sala fechada desesperada porque:

1. Não li meu assunto;
2. Não terminei os slides (consequência do primeiro).

Eu tenho vinte minutos para falar sobre A Evolução dos Direitos dos Animais masoque? e minha mãe fica o tempo todo dizendo "eu falei pra você estudar, agora não dá mais tempo!". Essa grande mulher é minha consciência, e tenho dito. Começo a fazer os slides como quem está fazendo o "número dois", olho pro relógio e constato o óbvio: não dá mais, vou tirar zero. Outra pessoa falaria antes de mim, e eu peço a ela para PELO AMOR DO AMOR, FALAR OS VINTE MINUTOS, mas ela diz que só falará quinze (que espécie de amigos vocês são?). Depois vejo que vou ter que arrumar o roteiro que, curiosamente, está manuscrito não deveria ter impressora no meu sonho e vejo que é o fim mesmo.
Outra curiosidade é que um colega da turma estava apresentando seu seminário. Era engraçado que ele parecia ter achado uma ligação entre o Direito e uma parte do filme Star Wars: Episódio V. E a trilha sonora do trecho que ele pegou do filme era nada mais nada menos que Beyoncé.

Who run the world? Girls!

Sonhos normais na vida de Fernanda.

TAG

Fiquei mega animada em responder a essa TAG porque ela diz muito sobre minha própria pessoa, porque minha existência coexiste com os blogs desde minha pré-adolescência. E foi um tempo ruim, digo desde já.

1. Por que resolveu criar um blog e como começou?
Meu pai achava muito inteligente e útil ter um computador. Isso desde muuuuito tempo, quando eu era praticamente um bebê (meados de 1997 e 1998). Mas depois as coisas ficaram feias e naquela época ter um computador era caro. Fomos morar em Foz do Iguaçu, no Paraná, e lá ele teve a ideia de comprar outro computador, isso dez anos depois do primeiro PC. Eu já tinha uns onze ou doze anos, sei lá, e eu estava numa fase de super negação da minha existência e sofria muito bullying na escola. Foi um período que eu particularmente queria morrer. E ao mesmo tempo eu tinha conhecido o Evanescence (isso mesmo) e as letras diziam muito sobre mim e como eu estava naquele momento. Virei uma fã, daquelas bem chatas mesmo, e resolvi criar um blog pra contar todas as notícias do Evanescence (RS). Daí surgiu o "Evanescence, o blog" que original esse nome e era reconfortante ter alguma coisa pra esquecer da minha existência e focar em outra coisa.

2. Quais os benefícios que o blog te traz?
Com ele eu posso, desde que comecei a ter um blog pessoal, extravasar as coisas que eu penso o dia inteiro e assim limpar minha mente. Meu momento atual "Fernanda de bem com a vida" acaba refletindo muito nos meus textos, mas se vocês lessem os textos de 2012... vocês iam querer me abraçar. 

3. Qual o post mais acessado?
Analisando os posts de 2012 em diante (já do Burlesque Suicide, porque os que estão no arquivo de 2009 e tal são do antigo Nemesis), o mais acessado é A Menina que Não Sabia Nadar, de 2012,  com 106 visualizações. Espelha o período mais "bad vibe" de mim mesma.

4. Você usa as redes sociais?
Uso pessoalmente, mas não criei página pro blog porque acho que ninguém ia curtir rs

5. Como o blog tem evoluído?
Acho que ele, especificamente, evolui porque eu de certa forma superei muita coisa que me incomodava. Hoje eu não faço mais a minha mãe chorar lendo meus textos, só pra citar um exemplo.

6. Já viveu algum fato importante por causa do blog?
Viveeeeer assim vivido não. Mas eu conheci três pessoas muito especiais na minha vida até hoje por causa do blog: Larissa, Marina e Erika (que eu conheci esse ano e já amo).

7. De onde nasce a inspiração para escrever e continuar com o blog?
Sai inteiramente das coisas que eu vivo e observo no mundo.

8. O que você tem aprendido a nível profissional e pessoal esse ano?
Na parte profissional, eu passei três anos sofrendo o pão que o diabo amassou num curso técnico de Informática porque eu pensava em fazer Ciência da Computação justamente porque eu amo editar páginas em html, php, etc. Aprendi a programar de verdade no curso, mas no terceiro e último ano eu decidi fazer Direito porque me envolvi com causas sociais (dentre as quais o movimento negro e o feminismo), e acredito que a área jurídica ajuda e muito se for usada pro bem. E acreditem, não está sendo usada pro bem...
Pessoalmente falando, eu acho que aprendi a escrever e me expressar melhor depois que criei o blog, e isso acaba refletindo na minha faculdade, então acabei voltando pro profissional (?)

9. Qual sua frase favorita?
"As pessoas acham que eu tenho resposta... Eu não sei qual é a pergunta!!" - Renato Russo disse isso num show e eu tenho o áudio disso no celular HAHAHAHA 

10. Qual conselho você daria pra quem está começando agora no mundo dos blogs?
PAREM DE FAZER BLOG DE MAQUIAGEM, ROUPA, UNHAS E LIVROS (mentira, livros eu gosto sim).

11. O que os blogs que você vai indicar têm em comum?
NADA, eu acho HAHAHA são pessoas que eu gosto, que escrevem bem, e que contribuem pra uma blogosfera feliz.


Sintam-se beijados (ou não).

16 comentários:

  1. Eu tenho uma professora que não me suporta ... (reciproco) e tenho um seminario para apresentar essa semana, parece pesadelo mas não é.. pq 1 - Não estudei minha parte e 2 - Não tenho interesse hauhaiuhuihuiahiuahiuahiuhaahu

    Poxa faz uma pagina no facebook do blog sim *_*

    ResponderExcluir
  2. Fernanda, SEU SONHO!
    Só digo isso, cara. HUSHUAHAHUASHASHASHASAU
    Adorei principalmente a parte da trilha sonora, e as relações incríveis que seu cérebro está fazendo - Freud aprovaria esse sonho com direito a oscar e discurso, hahahaha! Adoro demais seus posts porque me fazem rir e fazem meus dias mais felizes, de verdade ♥

    Sobre a TAG, BRIGADA por me indicar, como você é linda ♥ Como já tinham me indicado pra ela e eu respondi, vou deixar aqui o link pra você ver.
    Pra começar, quem tinha 12 anos e estava passando por um período deprimido tinha obrigatoriamente que ouvir e ser fã de Evanescence, ou seja: estamos aí no mesmíssimo barco, minha cara (y) E pelos mesmíssimos motivos também, tinha tudo a ver comigo e tal, as letras, e toda aquela vibe dark e afins. Hoje eu ainda ouço, mas acho que o próprio Evan mudou com o tempo e essa vibe deu uma mudada (acho que a Amy casar com o próprio terapeuta deve ter feito bem pra ela, sei lá. Dizem os rumores -q)
    Pra ser bem honesta, eu sempre achei que seu blog era recente e nunca olhei de fato pros arquivos, então me dar conta que ele é ativo desde 2009 foi tipo "MEU DEUS, ONDE EU ESTAVA QUANDO ESSES ARQUIVOS SURGIRAM?" e tal. Vou ter que dar uma olhada neles agora pra ver como você estava nessa época, porque pra mim você já está registrada como "aquela menina sucesso que fez uns textos legais".
    Eu super curtiria a página do seu blog se uma surgisse, ok? Só pra deixar aqui registrado.
    Fiquei, hm, surpresa? Enfim, com sua motivação em escolher direito. Eu quis fazer o curso quando tinha uns 11 anos, e até hoje eu gosto muito dessas questões legislativas, justamente porque acho que poderíamos usá-las para o bem. Se eu fosse presidente, colocaria estudo da constituição na escola, de verdade. Mas enfim, eu me embrenhei em psicologia mesmo, e psicologia forense dói o bolso pra cursar, então vamos esquecer o direito por enquanto. Acho que queria saber mais sobre os movimentos com os quais você está envolvida, seria bacana falar disso aqui no blog pra mim ♥ dica. HUSHASHUASHUAHUAS
    RENATO ♥ ♥ ♥ Apenas.
    Conselho pros novos blogueiros, sucesso. Aprovei.

    Bom, adorei esse post no geral ♥ e vou fazer camiseta com aquela imagem do Vader porque siiiim e pronto. *-*


    .... tava achando que meu comentário tinha acabado? Não se iluda.

    Primeira coisa: SIM, ASSISTA A EXPERIÊNCIA. Será uma experiência eletrizante, prometo (aquelas, frase de sessão da tarde, xis).

    Segunda coisa: agradeço de coração seu comentário no texto "desordens". Foi um desses meu surtos de querer gritar algo pro mundo sem gritar pra ninguém, e no fim foi muito bom receber apoio ♥ Me identifico totalmente com o que você disse, e acho absurdo esse pessoal fazendo faculdade e sendo feliz - gente, vai, quantos clones eles têm? Três? Um pras selfies, um pras festas e um pra faculdade. Eu fico vendo porcaria na internet (vulgo programas coreanos, recomendo) num dia e já perdi 3 textos que tinha que ler pra amanhã, sabe? E esse povo sendo feliz, vá ser feliz na conchinchina. #desabafo
    Obrigada de verdade pelo seu comentário, porque mais do que apoio, acho que é importante pra mim saber que não sou a única nessa loucura e nem sou um dragão cuspidor de fogo por me sentir assim ;w; Espero que consigamos ambas passar por isso pra ahazar mais pra frente (dançando Beyoncé, se quiser)

    FernanDÁ, um beijão e obrigada pelo seu blog, que eu adoro ♥

    ResponderExcluir
  3. Ah, que xeroza <3 também amei te conhecer, a Erika, e a Marina e tantas outras pessoas legais que não postavam merda, que nem a gente vê loucamente nos blogs de hoje. Me broxa demaaaais abrir blog pra retribuir comentário e ter post de livro, principalmente se for chick lit, ou resenha de maquiagem coisinhas de dondoca, Saudade da blogosfera da nossa época (as véia).

    <3

    ResponderExcluir
  4. OOOOI!

    Queria dizer que tô conhecendo seu blog agora e já adorei a sua escrita. Morri de rir com seu sonho. Beyoncé em Star Was? WTF HHAHAHAH sonhos são muito engraçados e improváveis. Sou daquelas que sonha e depois vai pesquisar o significado HAHAH

    E já vi essa tag bastante por aí e acho super legal. Doida que alguém me indique HAHA

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. GENTE! Eu também odeio essa nova geração de blogs. Tentam ser muito modernos e, na real, todos eles tem a mesma cara, falam da mesma coisa. Que saudade da ~ nossa~ blogosfera, viu?! Puta merda!
    Eu até falei disso no twitter outro dia. Enche MUITO o saco! Quando entro num blog e vejo que os três ultimos posts são sobre moda/tendencias/maquiagem/livros eu nunca mais volto. A não ser que seja direcionado pra algum ramo de cultura alternativa, aí eu até leio uma coisa ou outra.

    E bah que massa, não sabia que tu tava fazendo direito :O
    Legal demais.

    beijas, bonita!

    ResponderExcluir
  6. Adooorei o sonho, é engraçado como a cabeça da gente mistura as coisas né? Eu tenho tendencia a sonhar com jobs depois de já ter entregado eles, aprece que ficou faltando algo e eu fico noites e noites me retorcendo por causa deles.
    Obrigada pela indicação <3
    Eu já respondi a tag lá no blog, mas mesmo assim fiquei super feliz de ser lembrada por aqui. QUASE me ofendi quando vi você falando pra parar de ter blogs sobre livros. QUASE.
    E sobre o seu inicio de vida blogueira, é bem parecido com o meu, a diferença é que meu primeiro blog já foi pessoal e não sobre o evanescence, apesar de que quase todo mundo que eu conheço da blogsfera daquela época tem ou teve alguma relação de amor com a banda, inclusive eu.
    É legal ver o quanto a gente evoluiu e o quanto aquilo que a gente escreve evoluiu com a gente :D

    Beijooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu respondendo meu próprio comentário pra te avisar que você também foi indicada numa tag á no Resenhando :D

      http://resenhandosonhos.com/tag-know-blogger/

      Beijoos (e posta com mais frequencia mulher!)

      Excluir
  7. Sonhos... Coisas estranhas acontecem na nossa cabeça :"D Quando começo a ler um blog e vejo que ele já tem alguns anos na estrada tenho vontade de ler os posts mais antigos pra ver a evolução e conhecer mais o autor. Lendo o meu próprio blog eu percebi que também amadureci bastante!
    Obrigada por me indicar, já estou respondendo e logo postarei no blog ^^
    beijos!

    ResponderExcluir
  8. cada sonho louco que a gente tem ahahhaha e tua escrita é maravilhosa, babando demais aqui :D
    e o blogue é sempre um suporte rs

    dentrodabolh.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Cara, morrendo muito com o seu sonho HUAHSUHEHAS Beyonce como trilha sonora foi demais. Acho que esse seu professor está mexendo demais com o seu psicológico huahua aliaaas, achei ótimo esse seu conselho para quem está entrando agora no mundo dos blogs, NÃO AGUENTO MAIS VER SEMPRE OS MESMOS POSTS. Faltou aconselhar a criarem mais blogs no estilo do seu hahaha juro, vou te linkar no meu. Faz um tempão que conheço a Erika, nos conhecemos por blog e hoje ela é uma das minhas melhores amigas haha adorei a tag. Beijos!

    www.entorpecendo.com

    ResponderExcluir
  10. Quando eu era mais nossa sonhava que aparecia pelada na escola, sofri horrores com esse pesadelo haha hoje meu pesadelo é outro, que muitas vezes se torna real, deixo pra depois e não termino de ler os textos necessário para as apresentações, não termino no tempo estipulado os livros que tem que ler, Oh God, eu ainda vivo em pesadelo, só que agora eles são reais. haha
    Será que Freud explica?
    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Que sonho louco, cara. Hahahaha!
    Adorei a frase que tu escolheu, muito eu.

    Preserve Suas Raízes

    ResponderExcluir
  12. Vamos lá. 2 posts em um, qd é em blog bom, eu adoro.
    Primeiro, sobre o sonho: eu praticamente nunca sonho, e quando sonho nunca é uma coisa boa. Mas também não necessariamente é um pesadelo. Costuma ser só uma coisa estranha. É uma coincidência enorme ler isso aqui, porque ontem mesmo eu estava escrevendo um rascunho de post sobre os meus sonhos, que são bem loucos. Eu costumo sonhar com jogos. E cara, esse lance da Beyoncé é mais normal do que vc imagina. Não pela Beyoncé, claro que não, mas eu tenho uma amiga que vive me contando os sonhos dela, e normalmente eles seguem uma linha de lógica normal, mas os detalhes são muito loucos. Por exemplo, a linha lógica do seu sonho era o seminário, mas ele tinha detalhes nonsense como a sua mãe na apresentação, e o star wars ao som de beyoncé (?).rs Uma vez essa amiga me contou um sonho que se passava em um teatro, ele ia normal e tinha uma linha lógica decente, mas os detalhes eram estranhíssimos, como, por exemplo, uma das colegas de classe dela tinha peitos pra dentro. Ela não era despeitada nem nada, os peitos eram PRA DENTRO msm. Eu fiquei tipo WTF????

    Sobre a tag: cara, eu ADORO essa tag. Não sou mt fã de tags mas respondi essa no meu blog. Interessante a sua história de como td começou. Eu tb já curti Evanescence.
    Curiosissima para ler os textos de 2012, dei uma clicada no link de A menina que não sabia nadar e, de fato, quero te abraçar. Eu acharia que é apenas um conto legal se vc mesma não tivesse escrito que refletia toda a sua bad vibe. Me abrace.
    Falando em conhecer alguém, te segui no instagram, se quiser me passa whatsapp por lá ;)
    E pra finalizar, colo e copio sua resposta que mais me representa:
    "PAREM DE FAZER BLOG DE MAQUIAGEM, ROUPA, UNHAS E LIVROS" !!! Totalmente. E olha que eu gosto de livros, mas olho por aí e tudo q vejo são blogs iguais.

    ResponderExcluir
  13. Que bonitinho ver você responder a Tag, nhow nhow nhow <3
    Gente eu to sem palavras pro seu sonho. Jurava que meu sonho de estar com uma perna coberta de feridas por motivo nenhum era o mais louco possível!haha

    Novembro Inconstante

    ResponderExcluir
  14. Eu gosto de registrar sonhos, desde aqueles que têm alguma simbologia escondida àqueles que são puramente nonsense. Que começam com uma situação aparentemente normal e terminam em algo inusitado, que te faz acordar pensando "what the hell", sabe? Para você ter uma ideia, eu também já tive um sonho relacionado à escola, uns dois anos atrás. Na época eu estava na faculdade, mas sonhei que estava no Ensino Médio e tinha uma prova de história sobre Karl Marx, a qual eu não tinha estudado. Tentei ler o texto de 23 páginas em Times New Roman 8pt (olha os detalhes!) de última hora, mas não ia dar certo. Então, quando eu cheguei na classe, pronta para negociar com o professor outra data para eu fazer a prova, começa a chover, o mar se agita (porque, aparentemente, a minha escola fora transportada para em frente à praia, claro!) e um monstro marinho irrompe pela janela. Conclusão: prova cancelada. De repente, relacionar Direito e Stars Wars com Beyoncé de trilha sonora parece mais viável, não? Vai entender nosso subconsciente.

    Eu também respondi essa tag, achei divertido, e estou adorando ler as respostas das outras blogueiras. É, no mínimo, fascinante ver a variação dos gostos e motivações. Assim como você, também comecei a escrever para "extravasar" e a prática me fez tão bem, que fica difícil abrir mão dela hoje em dia, mesmo quando bate aquele tremendo desânimo. No momento, estou admirando a razão pela qual você escolheu fazer Direito. Acho muito grandioso da parte de uma pessoa lutar por causas sociais, pela defesa dos direitos de um grupo. Espero que você seja muito bem sucedida na sua carreira, vou torcer por ti. :)

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  15. AI SUA LINDA EU TB TE CONHECI ESSE ANO E JÁ TE AMO <3 ~~abraça~~
    Sobre o sonho: ri alto. Meu professor de já citou a relação de Luke e o Darth pra dar aula de direito de família, eu tive espasmos de amor na aula.
    A TatiLHENDA também me indicou pra essa tag, acabei não fazendo, pelo sumiço, mas eu farei no futuro.
    Essa frase do Renato eu também adoro, tá no show Como é que se diz eu te amo, o melhor CD da banda EVER.
    Beijos, deusa.
    http://www.canseidesernerd.com

    ResponderExcluir