domingo, 26 de abril de 2015

Blogagem Coletiva: 13 medos da Infância

Toda vez que a Larissa Ventura surge com uma ideia nova pra blogagem coletiva, meu coração dispara e eu só consigo pensar em:

UUUUUH EU QUERO VOCÊ, COMO EU QUERO

(Kid Abelha, né? Quem nunca?)

Foi um desafio postar sobre meus 13 medos da infância. Primeiro porque minha infância não acabou: ainda preciso atravessar a rua com alguém segurando minha mão senão eu vou tentar, sem dúvida, me jogar na frente dos carros - ou cagar de medo de morrer atropelada e demorar 15, 20 minutos pra atravessar uma simples rua (já fiz isso). Segundo que lembrar de medos da infância é uma coisa muito pesada, pois sou medrosa em essência e passei vários dias escolhendo só 13 medos pra colocar nesse post. A lista teria uns 1000 medos ou mais. Resolvi começar pelos que considero mais leves e deixar os últimos para os que eu realmente cago de medo até hoje, então vamos lá:
Peço perdão por esse post. Vocês vão descobrir que eu sou uma franguinha em apuros.


1. Máscara do Pânico

Era 25 de junho, Manaus, aniversário de 1 ano do meu irmão do meio, e o tema era festa junina. Minha mãe arrumava meus cabelos em maria-chiquinhas bem simétricas e passava umas fitas neles, e eu estava de frente pra TV. Esta passava um filme que eu nunca tinha visto antes, com uma galera jovem que parecia bem apreensiva. Eis que vi essa cena:


Eu nunca mais fui a mesma depois disso. Lembro que no carnaval do ano seguinte, 2001, todo mundo saía fantasiado de Pânico, e eu me sentia tão MAS TÃO mal.
Depois, lá pelos 15 anos, resolvi ver esse filme de novo e: aff. Que droga de filme chato.


2. Esta capa de disco do Iron Maiden

Capa do Somewhere in Time
Se tinha algo que me incomodava era chegar na casa dos meus avós e me deparar com esse disco na coleção do meu tio. E eu era uma criança bem curiosa, sabem? Mesmo com medo, todos os dias eu ia lá e olhava pra capa enorme na minha frente, com os olhos assustados e pensando: que tipo de música horrível deve tocar nesse disco?
Mas nesse período em que fiquei em Manaus, surgiu um novo amor. E eu amo Iron Maiden com todo meu coração.


3. Charlie Chaplin

Estou começando a achar que tudo o que me deixou com medo nessa vida tem relação com Manaus e as férias que eu passava aqui HAHAHAHA
Por algum motivo nada urban conceitual, meu avô tinha colado no vidro da janela do carro uma foto pequena do Charlie Chaplin. Toda vez que precisávamos ir a algum lugar, a passeio ou para fazer coisas chatas com os adultos, eu já imaginava qual desculpa teria que inventar para não sentar na janela.
"Mas você é a menorzinha, vai sentar na janela porque você vai ocupar menos espaço do que já ocupa", diziam.
E lá estava eu, dividindo a visão da linha do horizonte com essa criatura feia cujo bigode eu ojerizava.

"Fernanda, esse é Charlie Chaplin."
"COMO ASSIM VOCÊ TEM MEDO DO CHARLIE CHAPLIN KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK"

Frases da minha mãe, lógico e evidente.
Hoje em dia amo Tempos Modernos <3 Mas foi difícil crescer e superar tudo isso.


4. Bebês


Seres pequenos, cheios de dobrinhas e fofos. Entidades malignas capazes de fazer xixi em você durante a troca de fraldas. Todos os meus primos mais novos, EU DISSE TODOS, fizeram xixi em mim. Eu tinha medo que a próxima vez não fosse xixi. Até os evitava em festas.


5. Sítio da bisavó Diloca

Sou uma das poucas pessoas que vocês conhecem que tem bisavó viva. Aliás, eu tenho DUAS. E inclusive cheguei a conhecer minha tataravó! Tive sorte, e avós apressados que tiveram filhos muito cedo.
Em uma das muitas vindas a Manaus, tiveram a ideia de me levar ao sítio da bisavó Diloca. Lá não tinha absolutamente nada que uma garotinha da cidade grande pudesse se interessar, mas tinha um cachorro fofo e uma bisavó que sempre fofocava sobre coisas do passado. Mas estamos falando do interior do Amazonas, e algumas coisas nesse interior podem assustar até mesmo uma pessoa de Manaus.
Então, lá estava eu com quatro ou cinco anos de idade, indo ao banheiro sozinha no auge da minha independência, quando de repente fui lavar as mãos. Meus olhos fitaram uma coisa estranha e extremamente grande na pia.


Minha mãe dizia que eu gritava e me debatia, e ela fala "calma, já tiramos a aranha daqui" e eu falava "ISSO VAI ME MATAR, EU SEI QUE VAI".
Fui pesquisar essa imagem no Google e percebo que talvez eu seja aracnofóbica, não sei dizer. Meu coração pula, só falta sair pela boca. Eu vi uma tarântula três vezes na minha vida, duas no sítio da minha bisavó e uma NO MEU QUARTO, UM DIA DESSES, NO LUGAR QUE EU CHAMO DE CAMA.

Inclusive, por falar em aranhas, quero matar o estúpido que inventou essa história de ~colocar as aranhas pra brigar~ (FOI VOCÊ, NÉ RAUL SEIXAS), porque nada nesse mundo pode ser tão assustador quanto uma aranha de verdade, não tem nem comparação com uma coisa tão bonita quanto "conhecer biblicamente" uma mulher, cof cof
Tenho uma amiga que mandou a máxima: "Defendo a união pacífica das nossas aranhas, pois não sou a favor de brigas".
Que fique dito.
E a tarântula nem é venenosa, sabem?


6. Darth Vader sem máscara


Eu sempre pedia pro meu pai avançar a fita nessa cena, achava aterrorizante.


7. Esta capa de Madrugada dos Mortos



O QUE SÃO ESSES ZUMBIS MARATONISTAS, NÃO É MESMO?
Eu era um bebê em 2004, me deixem ter medinho de filmes bobos.


8. Este filme chamado Apanhador de Sonhos

QUE BICHO FEIOOOOOOO
Lembro que assisti a esse filme com meus pais em casa (QUE PAIS IRRESPONSÁVEIS, PUTA MERDA) e fiquei vários dias sem dormir só imaginando algum alienígena entrar no meu quarto e me matar, sei lá.
O filme é uma merda, inclusive. Assisti outro dia quando pensei nesse post.


9. Música do Arquivo X

Os pelos da minha nuca quando começava a música do Arquivo X ficavam lá no alto, mais altos que qualquer torre que vocês já tenham visto na vida. Porque eu sabia que já era hora de dormir, sabia que aquela série não era pra mim, que coisas horríveis aconteceriam dali em diante.



10. Fotos de artistas mortos

Uma vez minha prima fez o favor de me mostrar fotos do Kurt Cobain morto num site especializado nisso, tudo isso pra dizer "viu como não é bom ouvir rock? Todo mundo que ouve rock é um cheiradão que vai morrer com a cabeça estourada". Naquela época me pareceu um bom motivo pra não cheirar cocaína.
O mesmo site tinha fotos dos pedaços dos Mamonas Assassinas e do avião onde eles estavam.


11. Menina do Exorcista

A Erika, quando fez a blogagem coletiva no blog dela, também citou essa figura. Eu ainda morro de medo dela, ainda me cago todinha só olhando a foto dela, mas estou convencida que lerei O Exorcista um dia, e talvez veja o filme com mais calma depois (talvez).


12. Esse episódio de Coragem, o cão covarde


Esse desenho não pode ter sido feito para crianças, isso não é possível. Eu não como berinjelas até hoje por causa desse episódio, não gosto nem de passar por elas no supermercado.


13. Bate-bola

Pra quem não sabe, o Rio de Janeiro tem uma tradição ridícula onde, durante o carnaval, algumas pessoas (na maioria homens) se vestem dessa coisa horrível aqui e ficam andando pelas ruas da cidade literalmente batendo umas bolas por aí:

E aí que minhas primas mais velhas sempre diziam pra eu não olhar diretamente pra eles, que alguns usavam a fantasia só pra assassinar pessoas durante o carnaval, que os bate-bolas andavam armados com facas prontos pra esfaquear alguém que tivesse pela rua de bobeira enquanto eles estivessem passando. Uma vez, lá pelos meus 9 anos de idade mais ou menos, estava brincando na rua da minha vó quando vi três bate-bolas na esquina. Minhas primas - belas amigas - saíram correndo e me deixaram trancada do lado de fora. Nunca bati tanto num portão, e cada vez que eu batia os caras se aproximavam mais e mais, até que...
Fiz xixi nas calças.
E pude ouvi-los rindo por baixo das máscaras.

Ainda tenho muito medo de carnaval por causa disso, principalmente se eu estiver no Rio. Aqui em Manaus não existe esse costume (OBRIGADA MANAUS), então eu saio tranquila durante o carnaval e até vou pra uns blocos

 photo 2-2_zpslhzwjgiq.png

Esse post faz parte da blogagem coletiva do Círculo Secreto das Bruxas Blogueiras, um coven secretíssimo que reúne só as mais poderosas bruxas da antiga blogosfera. Fique de olho nos blogs participantes. Corvos estão voando e cartas estão sendo entregues.

12 comentários:

  1. Coragem, o Cão Covarde DEFINITIVAMENTE não foi feito para crianças! (!!) Gente, esse desenho era horroroso, me pergunto onde andava a caravana do politicamente correto naquela época.
    Quando você mencionou o Darth Vader sem máscara me lembrou que eu morria de medo da cena em que a Christine arrancava a máscara do Fantasma da Ópera no filme hahaha e hoje é um dos meus filmes preferidos, o que é a vida
    Eu estava discutindo hoje mesmo com uma amiga sobre o Chaplin e como ele é parecidíssimo com o Hitler, acho uma justificativa muito válida pra um medo hahah

    Tua lista ficou otima!

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Vamos por partes.HUAHUA adorei esse post, apenas rindo alto.
    Cara, eu me esqueci da máscara do Pânico! Podia ter botado, pq eu tb me cagava de medo disso.
    Concordo com vc miga: aranhas são friends do caipiroto e as coisas mais aterrorizantes da Terra.
    O Darth sem máscara: eu chorei tanto nessa cena! Nem posso olhar pra ele, tadinho. É muito triste :(
    Zumbi maratonistas HUEAHUA é meu maior medo. Se no apocalipse zumbi eles forem assim, não vamos ter nem chance de respirar. Nem vamos ter medo, pq simplesmente não vai dar tempo.
    O Apanhador de Sonhos é um filme que começa foda com um final cagado. Eu achei o começo muito bom, mas se quer saber, eu percebi que o pessoal não sabe adaptar os livros fodas do King então eu vou dar uma lida nesse livro pra ter uma opinião mais completa hahaha.
    A menina do exorcista agora é um medo superado, mas eu tinha um mini-treco cada vez que olhava pra ela e pra uns caipirotos dentuços que ficam aparecendo entre as cenas dos filmes num flash tipo as imagens de perfumes Jequiti no SBT HUEAHUEAHUEAHUA
    AMANDO ESSA BLOGAGEM APENAS
    http://www.canseidesernerd.com

    ResponderExcluir
  3. Kid Abelha, quem nunca? HUAHUHUHASUUASH MORTA
    Eu lembro que qualquer idiota tinha máscara do pânico comprada na feira, e carnaval, halloween, tudo era motivo pra usar. E eu meio que tinha medo também do Eddie em Somewhere in Time, pq ele não tinha pele, né? Devia arder...
    Cara, tu tinha medo do Chaplin? COMO ASSIM AHSHAHUHSUUSHU
    Eu tinha bisavós (os quatro) vivos até pouco tempo. Parece que quando um "resolveu" morrer, todos foram junto. Meio sad, mas né? Mas PQP ESSA ARANHA, COROLHO, EU ME CAGAVA TODA.
    Eu tinha um medão do caralho do Madrugada dos Mortos, e era um dos meus filmes preferidos. Na época eu era gótica trevosa e estudava de noite, mas quando eu vi o filme pela primeira vez, voltava pra casa com o cu na mão achando que ia vir um zumbi maratonista (é, aquele japonês sem braço, ele mesmo) atrás de mim.
    O apanhador de sonhos é ridículo, mas eu ainda quero ler o livro, pq né, Stephen King, a maioria dos filmes que fazem eles cagam no maiô total.
    POOOOORRA A MÚSICA DO ARQUIVO X DAVA UM MEDO DO CACETE! Aqueles barulhos de alien, até hoje...
    Ah, eu lembro dessas fotos, muitos Mamonas, Lady Di e outros mortos eu vi naquele site. E tinha também um chamado "Isso É Bizarro" que tinha fotos de acidentes e gente morta de tudo quanto é jeito.
    Nossa, comentei um textão, mas a vida é isso, não é resenha de esmalte, são posts muito bons HUASUASHUUAS
    bezo viada <3

    ResponderExcluir
  4. Gente, eu acho que o Iron Maiden tem tanta capa mais bizonha q essa... kkkkkk
    Cara, eu MORRI com a do Chaplin, sério, SENSACIONAL kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Você conheceu uma tataravó <3 Que massa
    "Defendo a união pacífica das nossas aranhas, pois não sou a favor de brigas". - Brother isso TEM QUE virar camiseta, grafite, letra de samba, sei lá

    // PARA TUDO PRA EU TER UM ATAQUE
    O APANHADOR DE SONHOS
    eu tinha esquecido completamente desse file
    fiquei semanas sem dormir
    Não é esse q um alienigena entra na bunda do cara e come ele por dentro? preciso. Rever.

    Coragem é Clássico.
    E Bate-Bola também. Meu pai tem medo até hoje. Se passa um bate-bola ele atravessa a rua. Que fofo kk

    ResponderExcluir
  5. Eu também morria de medo da máscara do pânico (uma vez fiquei sem ar ao ver um cara fantasiado num carnaval) e da menina do Exorcista (até hoje, na real... não é bem medo, é que é "uncanny" e causa desconforto em todo mundo HUAHAU). Os bate-bola parecem demoníacos mesmo. Eu já tinha ouvido falar neles, mas nunca tinha visto uma foto. HAUAHHAUA

    Beijinhos,
    nighght

    ResponderExcluir
  6. Enquanto lia sua lista, fui concordando com algumas coisas, achando graça de outras até chegar no Coragem: COMO ASSIM, alguém nesse mundo me entende! Coragem era um desenho que me assustava bastante, e olha que eu já era crescidinha na época dele. Mas sempre me passou uma mistura de horror e fascínio, eu ficava vidrada assistindo e depois tinha pesadelos. Ainda não sei como podia ser um desenho animado para crianças, sinceramente! HAHA, o episódio que me dava medo era o do pato do espaço, me deixava aterrorizada! Sério, acho que hoje em dia nem passa mais Coragem, a sociedade que luta pelos valores da família tradicional brasileira nem deve permitir uma coisa dessas (oi?). HAHAHA

    ResponderExcluir
  7. hahhah de todas as postagens que li dessa tag, a sua ganha em disparada como a melhor!
    Já estou seguindo aqui *-*

    Eu também me arrepiava com a música do Arquivo-X kkkkk

    www.faroestemanolo.com.br

    ResponderExcluir
  8. Poxa menina compartilho muito dos seus medos! E a musiquinha de Arquivo X me deixa tão "em casa" sabe, me trás lembranças boas! Hauhauha!

    Falando agora do seu blog, tô conhecendo agora! :D E gostei bastante. Então, você mora em Manaus? Gente, tá ai um lugar que sempre quis conhecer! Deve ser totalmente diferente da loucura que é aqui em Sampa! Um beijo
    4sphyxi4.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Seu medo de vida´e atravessar a rua. Compartilho o medo da Máscara do Pânico e de Coragem o Cão covarde. Adorava assistir aos episódios e ficava com medo junto com ele. Agora, medo do Charles Chaplin?ueuaeheuaheuaehaueahaueahueh
    Nunca tive medo de A madrugada dos mortos, eu sempre adorei coisas relacionadas a zumbizagens, mas morria de medo de aranhas e minha casa sempre teve milhares daquelas gigantescas. Descobri Darth Vader em 2015, então não fiquei com medo. Adorei o post <3

    ResponderExcluir
  10. Engraçado essas coisas que nos assombram quando criança rs eu até hoje não assisto filme de terror O.O
    Beijos e beijos^.^
    http://thathabulle.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Cara, quase me mijei de rir com teu post. Muito bom! Tu é mesmo bem medrosa, hein?! kkkkkk XD
    Eu tinha um pouco de medo de bate-bola, mas era louca pra sair de bate-bola no carnaval. Minha avó chegou a fazer um pseudo-bate-bola pra mim quando era bem pequena.
    Meu medo não é da menina do "Exorcista", e sim os demônios piscando... hahaha
    A musiquinha de Arquivo X me dá um arrepio na espinha de leve só...
    Tenho um caso bizarro com tarântulas, meu pai que me contou. Diz ele que, quando tinha uns 2 anos, ele me encontrou fazendo carinho em uma. hahaha
    Bebês são tensos. Tenho medo. Não é a toa que pretendo não ter filhos. :(
    Beijinhos. :*
    http://luxferia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi Fernanda! Cheguei aqui pelo blog da Shana e só na sua bio já vi vários pontos em comum, como sermos gateiras, amarmos metal e Star Wars e... JUST STOP SUA FACULDADE ENQUANTO É TEMPO! Pois eu me formei em Direito e se não passar na OAB vou virar hippie ou abrir uma igreja, hm.
    Sobre o post, adorei seus medos, achei super engraçados hahaha principalmente o item do Darth Vader sem a máscara. MAS NEM É PQ NESSA HORA ELE VOLTA A SER O ANAKIN E ZÁS ♥
    Besos :*
    http://www.kuroneko1.blogspot.com

    ResponderExcluir